Empresário, desconfie do site barato

Antes de mais nada, a intenção deste texto não é dizer que o caro sempre é o melhor. Existem casos e casos, profissionais e profissionais. Mas de um modo geral qualidade tem um preço. Como escolher qual o melhor profissional para fazer o meu site?

Calma, vamos por partes. Primeiro: por que pagar 4 mil reais por um projeto se tenho um outro orçamento do mesmo projeto por 2 mil? Em qualquer atividade existirá uma variação de preços, você pode por exemplo fazer um jantar com R$20,00 e você pode fazer um jantar com R$200,00, o que você vai comer em cada um dos jantares sem dúvida vai variar, porém os dois serão jantares. E isso acontece muito no mercado de trabalho da internet. Com a popularização de alguns softwares, o "faço site" se tornou apenas um processo de produção, sem estudo ou preocupação com a funcionalidade de tudo. Aí você recebe os dois orçamentos: quatro mil reais e dois mil reais. O de quatro mil veio com uma apresentação melhor, mas o outro também não tá nada mal. Será? Quem vai cuidar da sua imagem na internet não mantém uma boa imagem, não tenha dúvidas de que isso é um mal sinal.

Em um primeiro momento você pode até pensar em optar pelo barato, mas certamente vai fazer a pergunta: por que tão barato? O que tem de errado? E pensando melhor no assunto certamente irá concluir que tem algo errado, que qualidade tem um preço. Na internet não é diferente.

Se um profissional está cobrando um preço X e o outro um preço 2X, é bom analisar de perto porque essa diferença toda. Cuidado para não cair na pilantragem que existe por aí. Existe também muito projeto ruim sendo vendido por valor alto, tentando ludibriar o cliente com o "preço alto, qualidade alta". Não se iludam!

Cada profissional sabe o valor do seu trabalho, sabe que investiu em estudo, palestras, atualizações, softwares. Sabe o tempo que vai levar quando for realizar seu projeto, as pesquisas necesárias. Saber como funciona a sua empresa, conhecer o seu cliente, o que ele busca no seu site, entre outras variáveis que vão determinar o foco do seu site. Lembre-se que investimento não é custo, investimento busca um retorno. Procure um profissional que te ofereça um projeto que dará retorno para a sua empresa.

Outro problema muito comum nos projeto baratos é fraca usabilidade e funcionalidade do site. Atualmente existem vários navegadores e diversas resoluções. O barato vai se preocupar com isso? Vai realmente permitir que seu site seja visualizado por todos – ou pela maioria – de seus clientes? A programação vai se manter estável daqui a três meses? Você terá um painel de administração para atualizar o site? Faça essas perguntas quando estiver em busca de um profissional da área.

Ao analisar sites feitos por diferentes empresas – a barata e a cara – eles podem ser muito parecidos em uma primeira impressão, normalmente quando isso ocorre é apenas na estética. E a usabilidade? Quem entra em um site, entra para navegar, buscar informações. Você tem que ter um site com capacidade de dar todas as informações que o usuário busca e de forma fácil, causando conforto na navegação. Tornar o visitante um consumidor, gerando lucros para sua empresa. Portanto quando for analisar o portfólio de um profissional, navegue por diferente sites feito por ele. Veja se é fácil navegar, se o site não ficou muito pesado, se o site proporciona uma navegação agradável. Sem dúvida um projeto bem elaborado será muito mais econômico do que o projeto baratinho que foi proposto inicialmente.

E aí, você prefere gastar mil reais ou investir dois mil?

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *