SEO - Estudo de caso com resultado positivo

Quando comecei a estudar mais intensamente os padrões web (W3C¹ ) estava pesquisando e me aventurando na otimização de sites para buscadores e resolvi utilizar meu site laboratório (Mas Que Loucura) para testes.

Histórico do site
O site em que este estudo foi realizado recebe grande parte das visitas via Google - que foi o foco principal de estudo e otimização apresentados neste texto.


O html
A primeira (e talvez mais importante) ação foi a limpeza do código do site. Na versão antiga do site a folha de estilo era utilizada timidamente – apenas para formatação de texto, background, etc. Depois de penar um pouco montei toda a estrutura e layout do site utilizando CSS, procurando ao máximo seguir as recomendações da W3C.

De cara essas alterações (bastante complicadas para um “tabeleiro” que nem eu era) trouxeram vantagens. Foram aplicadas em um novo layout (que nada tem a ver com SEO, mas ajudou a aumentar o retorno das visitas). De quebra essas mudanças reduziram o consumo de banda do site (mesmo com um aumento nas visitas), mais um ponto positivo.

A separação conteúdo-layout que acontece com tableless por si só já é um excelente passo para otimização. As tags html são reduzidas e os bots dos bucadores visualizam apenas o conteúdo - facilitando a varredura das páginas do seu site.

Não preciso citar a facilidade na atualização do layout, preciso?
CSS é uma mão na roda depois que se aprende direito o que faz o que e como se corrige cara erro. Em cada navegador.

 

Sitemap
Já com o site mais leve fui para uma coisa simples e rápida que você pode fazer agora mesmo no seu site: sitemap.

O nome já fala para que ele serve mas para quem não sabe sitemap é um mapa com todas as páginas de um site. No caso de blogs, a lista de todos os artigos com seu devido permalink².

Além do sitemap “padrão” em xml utilizei também o sitemap em html, que nada mais é do que uma página do site com link para todas as outras páginas existentes. Escrevi sobre isso explicando o porque desta técnica.
Veja aqui um exemplo do sitemap do And After.


Como neste estudo o foco era o Google fica a dica para cadastrar o sitemap no Google Webmasters. Não sei até onde isso é eficiente pois como não testei as etapas do estudo separadas não tenho como avaliar o resultado de cada uma. Mas tenho certeza que cadastrar o sitemap no Google não irá prejudicar o desempenho do site. ;)

Pagerank e Links
Os testes que fiz provaram que links internos contam (e muito) para a classificação da sua página nos buscadores. As palavras utilizadas no link contam mais ainda, então cuidado com o título dos seus textos publicados.

Aumentei o número de links internos para os artigos inserindo ferramentas como: últimos publicados, textos relacionados, e mais lidos. Links internos também contam e ajudam a fixar as palavras chaves que você quer para busca.



Resultados
Os resultados foram bastante positivos já no primeiro mês após as mudanças e se mantiveram muito bem até agora, mesmo com a redução na frequência de atualização do site.

Abaixo está o gráfico comparando as visitas 2 meses antes e 2 meses após a aplicação das técnicas descritas neste artigo, a comparação mostra um crescimento de 186% nas visitas vindas do Google.

As alterações foram aplicadas no dia 11 de setembro (essa data foi por acaso, ok?) que é o primeiro ponto azul no gráfico, que vai até o dia 11 de novembro no último ponto azul. A linha verde começa no dia 11 de julho e vai até 10 de setembro.

Gráfico SEO

Quase triplicar a visitação vinda dos buscadores não é nada mal, principalmente para aqueles que vivem de hypes e tem - normalmente - mais de 70% das visitas enviadas por buscadores.

Espero que tenha ajudade e convencido de que SEO não é uma coisa tão infernal quanto dizem por aí e pode trazer excelentes resultados!

Espero em breve escrever sobre as técnicas que utilizei aqui no And After para atingir Pagerank 4 com um domínio que tem menos de 4 meses, sem utilizar blackhat SEO³ , claro. ;)


Recomendo o recente post do Noronha sobre arquitetura dos blogs, que dá boas dicas sobre a importância de determinadas tags para otimizar ainda mais seu blog (isso entra na limpeza do código que citei lá em cima).

 

Pequeno Glossário

¹ W3C
O World Wide Web Consortium é um consórcio de empresas de tecnologia, atualmente com cerca de 500 membros. Fundado por Tim Berners-Lee em 1994 para levar a Web ao seu potencial máximo, por meio do desenvolvimento de protocolos comuns e fóruns abertos que promovem sua evolução e asseguram a sua interoperabilidade.

Mais sobre W3C na Wikipédia

 

² Permalink
Link permanente para determinada página de um site ou blog, normalmente cada artigo tem um link permanente utilizado com frequência no título do post.

³ Blackhat SEO
São técnicas consideradas ilícitas para enganar os buscadores e
colocar determinado site no topo das buscas em um curto espaço de tempo. Muitos buscadores ao identificar a utilização de determinadas técnicas penaliza o domínio.

Back to Top