N Design 2009

Mais uma vez tive a oportunidade de participar como encontrista do N Design, que este ano (2009) aconteceu em Pernambuco, na cidade de Olinda.

 

A cidade - Recife e Olinda

Devo dizer que Recife me encantou e espantou ao mesmo tempo, conheci apenas Boa Viagem, que foi onde os representantes do And After que puderam comparecer (eu e Bia) ficaram hospedados.

Boa Viagem me espantou pela beleza da avenida a beira mar, ótimos prédios contrastando com a feiúra e descaso em algumas vias transversais que davam acesso a praia, com lixo, cheiro horrível e muita sujeira. A cidade parece estar crescendo muito: na pequena área perto de onde ficamos hospedados existiam diversos prédios sendo construídos.

O que conheci de Olinda foi apenas os pontos de alimentação e venda de bebida perto da faculdade AESO¹, que sediou o N Design. E só posso dizer que se eu achava que as ruas de Passo Fundo eram esburacadas e mal cuidadas, mudei de idéia...

Olinda é famosa por ser... velha.

 

Igreja da Sé (Olinda), por Rodrigo Valença

 

Grafite Cidadão na Escola Monsenhor Fabrício, bairro Peixinhos - Olinda.
Foto de  nalona design

 

Um showzinho de arquitetura... velha. Pena que não consegui fazer nenhum passeio na parte antiga da cidade.

 

O evento

Antes de mais nada devo dizer que valeu a pena. Dito isso, vamos as críticas...

Desorganizado. A estrutura do evento e talvez um pouco de falta de organização (ou planejamento) do CONDE deixaram a desejar. Foi meu segundo N (o primeiro foi em Manaus ano passado) então não tenho um background muito grande para comparar, porém Manaus tinha tudo para ter mais problemas, principalmente pela estrutura não centralizada da Universidade de lá. A logística (se assim posso dizer) do N Design 2008 foi sensacional, assim como o conteúdo apresentado.

Este ano, logo no primeiro dia o alojamento inundou, barracas encheram de água, pessoas atolaram até a canela na lama... eu aproveitei que não tinha nenhuma palestra neste dia e estava curtindo um açaí  na beira mar lá em Boa Viagem, obrigado.

Enquanto uns estavam com o pé na lama...
Clique para ampliar

 

O acampamento inundar não foi culpa da organização, mas eles deveriam PREVER que isso iria acontecer. As chuvas eram constantes, será que aquele campo nunca alagou antes?

Avião de Romero Britto

Os acampados se espalharam por todo o campus da AESO.
Clique para ampliar a foto. Foto de @biab

Como vocês podem ver na foto, o valioso avião colorido loucamente por Romero Britto (um trabalho legal, mas um site tão, tão...) se tornou proteção contra o sol e as constantes chuvas para alguns acampados. O mangue ao fundo era o local oficial do alojamento.

A AESO fechava as portas as 18:00 da tarde e abria novamente só as 08:00, isso implicava em coisas terríveis para os encontristas durante esse longo período:

- Apenas banheiro químico para usar
- Não tinha água potável disponível em bebedouros 

Outro problema (que não é culpa da organização) era o bar da AESO, que funcionava apenas até as 17:00. mas na frente da universidade tinham alguns bares e botecos que serviam comida, então o "problema" era contornado facilmente.

A idéia de ter uma fila de alimentação para os vegetarianos separada dos carnívoros foi legal e ajudou a "dividir" as pessoas nas filas, que nos primeiros dias foram um GRANDE problema. Mais de 40 minutos para comer, não importando o horário que você chegasse. Achei a comida ótima, sem reclamação para a qualidade (a não ser o pão, que não tenho dúvidas: era pisoteado antes de ser servido).

Faltou também uma estrutura adequada para palestras, queriam colocar o Luli (@radfahrer) para palestrar em uma SALA DE AULA. Depois mudaram para um espaço maior, que lotou. Ah, o datashow só começou a funcionar na metade da palestra, méritos para o Luli que soube conduzir muito bem a palestra mesmo estando faminto e sem os aparatos para o datashow. Falha da organização, pontos para o palestrante.

Como é normal em um evento deste porte, algumas oficinas foram canceladas porque os oficineiros não estavam lá ou por outros motivos que não sei dizer, como falta de material ou algo assim. Uma palestra cancelada para minha infelicidade foi a com o Lent (@lent), que cancelou uma semana antes mas o pessoal da organização não avisou. Decepção na hora da palestra, que formou fila...

Optei por fazer oficinas e, assim como em Manaus, participei de atividades todos os dias. Não gostei muito da divisão de atividades, algumas palestras aconteciam de forma simultânea e a noite não acontecia quase nada: algumas "DR´s" (mesas redondas) e o Curta e Dicusta. Acompanhei o Curta e Discuta apenas algumas noites, acho que poderiam existir (assim como em Manaus) palestras a noite, como a do Luli que certamente teria mais gente assistindo pelo horário.

Eu fazendo uma camiseta H1N1 em uma oficina de stencil.
Foto por
@biab

Apesar dessa "chuva de críticas" o evento valeu a pena, acredito que não faltou empenho dos colaboradores para fazer o melhor possível pelo evento (mas acho que faltou um pouco de planejamento ou oportunidades, antes do evento).

Foi ótimo rever pessoas, bate-papos e churrascos com os confirmados @giovaniurio, @gsromero@LarissaTroglio, @fernandogaldino, @edlago,  Vini,  Thaís,  Timbó-man , Curitiba´s Group e tantos outros!

 

Conclusões de um geek

 

No final de tudo eu fiz a promessa de participar de R´s (encontros regionais) e não mais de N´s (encontros nacionais). E não estou dizendo que não pretendo ir para Curitiba ano que vem, mas prometi que só vou se for para participar ativamente de uma oficina, mesa redonda ou outra atividade sobre web.

Absorvi bastante conhecimento e idéias sobre criatividade, design estratégico, design social... foram vários os debates que me acrescentaram muito. Mas as palestras e oficinas em si devo admitir: achei o conteúdo fraco e superficial. Mas é a minha opinião, e logo abaixo explico o motivo.

O N é um evento legal, aprendo muitas coisas novas (principalmente referente ao modo de pensar) mas descobri que eu procuro algumas coisas nos eventos errados. Vou com uma expectativa um pouco errada, vejam só: em um universo de aproximadamente 2.000 encontristas pouquíssimos eram nerds. Nerds que eu digo, é "web-nerds", sabe? 

Me sinto melhor situado no Campus Party do que no N Design...

 

 

E finalmente...

Parabéns a todos que fizeram o evento acontecer (encontristas, organizadores, palestrantes, oficineiros e galerinha que corria de um lado para outro resolvendo pepino).

Sou reclamão mesmo, mas sempre que vou para eventos assim volto com a cabeça pipocando de idéias, pensando diferente, pensando grande. Listra Lista (valeu Roges!) de livros para ler, promoções para o And After, divulgação, campanha para o próximo N, vontade de melhorar o mundo e várias "pulgas atrás da orelha".

Vou continuar a saga de migrar todo o And After para o PHP e as novidades resultantes do evento (programadas ou não!) irão acontecer aqui, como sempre.

Abraço para todos que estiveram lá, os debates e discussões entre um churrasquinho e outro valem MUITO para o crescimento e expansão do meu (nosso?) modo de pensar.

 


¹ Faculdades Integradas Barros Melo

Back to Top