Designer ou artista?

Me formei em 2007 em Design de Multimídia pelo Senac, fiz estágios nessa época e até 2008 eu trabalhava como Assistente de Direção de Arte. Nesse mesmo ano comecei a me interessar por outra área, Arquitetura da Informação, que é com que trabalho atualmente me formei na pós-graduação.

O que quero relatar aqui é a minha visão desses últimos anos - talvez seja uma visão pequena dentro de um todo, mas gostaria de saber se só eu que percebo isso, se isso é um fato que ocorreu e ocorre somente nos meios em que estou ou se acontece também "aí fora".

 

Há uns anos atrás explicar o que o design fazia numa empresa era algo penoso, cliente gostava de ver coisas prontas, funcionando, cliente quer ver dinheiro entrando. Design era só frescurinha - "bota uma cor aqui que tá tudo certo!"

Designer era o esquisito que enchia o saco porque a cor que o cliente queria não era boa - porque foi ele que estudou que, em certas pessoas, a cor escolhida pelo cliente não refletia a sensação desejada -, era o cara que reclamava porque a fonte que ele definiu não era a mesma que estava no produto final - porque foi ele que estudou que aquela fonte não dá boa leitura dependendo do tamanho -, que brigava porque ele queria alinhado a esquerda - que auxilia na leitura - e o cliente achava mais bonito centralizado...

Depois de um trabalho de várias frentes e de muitos profissionais, os tempos mudaram, depois de tanto falarem, os clientes aprenderam e hoje entoam como um mantra "ah, design agrega valor". Design dá retorno, todo mundo gosta de design, design é bonito e me dá dinheiro!

Logo, os designers passaram de seres estranhos que usavam roupas diferentes e queriam Macs a estrelas do momento. Tudo é design, tudo pode ser resolvido com design - pelo menos é o que eles acham. Sua empresa não é a mais politicamente correta, não é a mais ecologicamente correta, não é a a mais legal com seus funcionários? Tudo bem, pede pra um designer fazer uma arte legal pra um banner / newsletter / hotsite de promoção que tudo isso vai desaparecer da imagem da empresa. Afinal, Designer é Rei!

Se antes achávamos que "a classe" era desmerecida e tentamos fazer com que as pessoas percebessem e dessem valor  ao que design era, receio que tenhamos feito do jeito errado. Nunca gostei de textos chorosos que diziam mais ou menos "ninguém nota a gente, somos excluídos, não somos nem reconhecidos como profissão". Sempre achei que teríamos que mostrar com trabalho o que design realmente é e para que serve, que pode sim ajudar na percepção de uma marca, na melhora da imagem de uma empresa, na conscientização das pessoas, mas parece eles acham que só design pode fazer tudo isso sozinho! E o pior, parece que tem designer acreditando nisso também...


**King in the castle**

A ânsia de ser notado e fazer o trabalho aparecer vem criando alguns profissionais que podem ser tudo, menos designers. De renegados a estrelas, alguns não se importam com e nem questionam outras áreas, saem fazendo o que acham correto, o que aprenderam da faculdade e que a "pastelaria" é legal, trabalho atrás de trabalho, layout atrás de layout, dezenas por mês.

Já ouvi muitas pessoas dizerem "passar trabalhos para arte" no lugar de "passar o trabalho para a área de design". Eu odeio quando dizem isso e já corrigi algumas pessoas, mas infelizmente ás vezes concordo quando dizem - alguns designers estão se tornando artistas. Cadê a preocupação com o usuário, a pesquisa, a preocupação com o impacto do que produzimos? Entrei numas pirações há um tempo atrás, pensando "estou fazendo o que sempre repudiei, produzindo e produzindo sem pensar, mais informação inútil, mais informação que será esquecida depois de 10 segundos..."


São é só, mas já é uma evolução lembrar que o contexto de uso CONTA E MUITO!

Será que os designers são os novos deuses do mercado, salvadores de produtos e empresas? Será que deveríamos (sim, ainda sou uma designer) aceitar esse cargo, esse fardo? Será que temos essa preparação? Será que não existe fazer trabalho legal e consciente e ganhando bem? Será que isso ainda é um sonho tão distante ou até mesmo inatingível? Muitas dúvidas, nenhuma resposta em breve, provavelmente...

Back to Top