Como extrair o máximo do Banco de Dados

http://andersonbukoski.blogspot.com

 

O banco de dados é qualquer sistema que reúne e mantém organizada uma série de informações relacionadas a um determinado assunto em uma determinada ordem.

Nas empresas não há muito interesse em exploração de banco de dados, por essa questão é que as empresa não conhecem as funcionalidades as soluções que podem trazer operacionalmente apoio aos empresários.


Os técnicos em bancos de dados tem que extrair o máximo de desempenho de banco de dados e explorar seus recursos de maneira dinâmica.


Para as PMEs o banco de dados acabam sendo suficiente. Elas não exploram todos os recursos porque a pressão por performance é menor, menos em tarefas administrativas. Em grandes empresas esse sistema não funciona pois, levaria muito tempo e em medias empresas utilizam o backup como gerenciadores de banco de dados. As PMEs fazem o básico em banco de dados quando se fala em extrair é como se fosse o básico no excel e word pois não possuem capacidade de investir em profissionais da área.

Com o objetivo de tornar o gerenciamento em banco de dados mais fácil temos que criar ferramentas e colocar recursos que facilitam o uso. Em PMEs o sujeito não tem tempo de aprender, por este motivo é que a máquina em si faz o serviço de administração mais simples e tarefas repetitivas. Mas para que a máquina faça tudo isso ela precisa ser programada por índice de frequência de uso possibilitado. A demanda de banco de dados é proporcionalmente ao tamanho da empresa.

Os ERPs não são incomuns nas pequenas empresas, nas médias já usam os benefícios dos pacotes de gestão há anos. É preciso ter em conta a integração do banco de dados e outros aplicativos, para ter uma garantia de integração entre sistemas. Vem a exploração da arquitetura orientada a serviços e também o suporte XML consumindo assim seus serviços na web obtendo assim mais fácil acesso aos usuários até as informações. Com tudo isso o uso de criptografia é mais cobrado para que se tenha uma segurança forte e o responsável pelo DBA basta saber os limites de acesso e como trabalhar, não precisa de uma chave criptográfica.

Para as empresas o melhor caminho das soluções é automatizar o máximo, facilitar as operações e tornar o contato mais intuitivo. Para as PMEs o melhor a escolher é um banco de dados que ofereça e disponibilize um maior potencial de recursos de forma dinâmica e facilitada.

O que define o banco de dados é a forma que ele esta sendo gerenciado. O banco de dados, especialmente os voltados para as PMEs eles trazem benefícios nas funcionalidades de administração que auxiliam os profissionais, sejam eles especializados em DBAs ou quem cuida de TI da companhia. O numero de funcionários em PMEs e na área de TI é proporcional ao tamanho da empresa, sendo assim algumas empresas nem possuem funcionários nesta área e muito menos na área de gerenciamento de BDs .

Os dados podem trazer variações, uma empresa pode ser pequena mas que precisa ter uma grande disponibilidade de dados. As companhias buscam por uma performance otimizada em seus bancos de dados mas querem que aja uma diminuição da interferência humana aproveitando melhor o tempo dos funcionários deixando as tarefas repetitivas para um autogerenciamento automático que faz tudo através de índice de prioridades diminuindo assim os custos com mão de obra, porém isso é aconselhável para PMEs.

O administrador dos bancos de dados não é comum PMEs a sua expertise é fundamental, mesmo sendo terceirizado para uma empresa. Esse profissional tem a função de fazer com que a empresa tenha um melhor funcionamento. Hoje existe um treinamento voltado para profissionais da área que não são especializados, sendo assim podendo realizar o treinamento através de cursos a distância.
As linguagens são a infra-estrutura, e a Plataforma... Atualmente o banco de dados esta mais cômodo, ou seja, a mais facilidade em integrar os sistemas uns com os outros fazendo assim conexões, conversação entre BDs, por meio de adaptadores, algoritmos que fazem esse ligamento.

Atualmente os bancos de dados esta se tornando uma comodidade, ele vem para facilitar o desenvolvimento e a integração entre sistema e diversos bancos de dados. O DBAs tem como ponto forte auxiliar no desenvolvimento de aplicativos escritos em PHP, Java, .NET, XML e de código aberto.

É quase impossível hoje que tenha uma empresa, que fique com os dados somente para o uso interno e de poucos usuários. Agora muitos dados da empresa estão na web. Mas claro que isso implica em maiores preocupações com a segurança da empresa pelos dados que estão emitidos na web.

Atualmente as empresas já fazem suas bases de dados, observando a web. E por este motivo contribui muito para o crescimento de plataformas como o LINUX.
O banco de dados para acompanhar atualidade, não precisa somente trabalhar com XML como fornecer e consumir web services e oferecer uma lógica de negócios embutidas. Mas sim pode surgir a idéia de SQL que é uma idéia de facilidade de desenvolvimento associado a solução.

As aplicações que consomem web services possam utilizar não só o banco de dados como outras plataformas de sistemas. Um aplicativo de RH, por exemplo. Em resumo, o desenvolvimento de aplicativos que enxergam a grande rede, e atualmente são quase todos, precisam "consumir" os dados do modo mais transparente e dinâmico possível. O banco de dados deve diminuir ao máximo o tempo de espera da aplicação. Temos vários parâmetros envolvidos, como hardware e discos, que trabalham para melhorar a resposta para a aplicação. O modelo do BD também influi, os relacionais conseguem tratar de dados mais complexos.

Uma das maiores preocupações em computação têm sido segurança da informação que possuem na web e a segurança em banco de dados diz respeito à proteção do mesmo contra ataques intencionais ou até mesmo não intencionais, utilizando-se ou não de meios computacionais. Tendo como as áreas mais envolvidas, roubo e fraude, perda de confidencialidade, perda de privacidade, perda de integridade, perda de disponibilidade, existe um subsistema de segurança que é responsável por proteger o BD contra o acesso não autorizado.

Para algumas empresas criar um banco de dados é um desafio, pois o banco de dados tem que se tornar o coração de uma plataforma, que reage com outros sistemas, enquanto os aplicativos trabalham com o SQL Server o sistema principal deve continuar a rodar.

Com toda a tecnologia existente hoje conseguimos integrar dois aplicativos que trocam informações em tempo real, e por meio dessa integração, conseguimos viabilizar o desenvolvimento,
Os bancos de dados lhe oferecem uma certa agilidade tecnológica do software, aliado ao alto grau de automação da área técnica.


REFERÊNCIAS

Artigo PC World – Como extrair o máximo de banco de dados;
TANENBAWM Andrew, Redes de Computadores, 4ª. Edição, 2003;
TORRES Gabriel, Redes de Computadores, Curso Completo.

Back to Top